segunda-feira, 2 de maio de 2011

Que coisa séria

Sentada aqui, olhando pra tela do computador, desesperada por escrever alguma coisa. Apertar botões com letras gravadas. Até agora, a tecla que mais usei foi o backspace. Aquela flechinha em cima do Enter. Tudo o que escrevo me parece vago, sem sentido ou idiota de mais para ser publicado, ainda mais por mim. Meus amigos começam a me perguntar. Cadê a escritora desse blog? Não escreve mais? Quando vai postar denovo?
Não sei. Fazem meses que estou seca. Seca de inspiração, de ideias, de qualquer base que me faça terminar um texto e colocar o último ponto final em uma história. Sinceramente, só até essa parte do texto me levou uma eternidade, o que demorou segundos para você ler. Isso é tão frustrante pra mim, escritora. Passei por tanta coisa, aconteceu tanta coisa pelo mundo, mas eu não tenho nem sequer um pingo de idéia pra colocar aqui. Não o bastante pra me deixar feliz. E hoje em dia esta difícil me deixar feliz. Meu perfeccionismo fica mais insuportável a cada dia, a cada hora, e acho que um dia isso vai me encomodar profundamente. O que posso dizer... fiz um drama pra tirar a foto de turma hoje no colégio. Eu pedia a todas as minhas colegas uma piranha, desesperada. Que cabeça a minha. Idiotice pura! Fiz um drama na Igreja ontem por nossa apresentação (minha e do coral) não ter ficado perfeitamente como eu gostaria que fosse. Eu to ficando mandona!
To com saudades da Duda! Aquela minha amiguinha baixinha que eu amo... não nos vemos todos os dias como antigamente. Bons tempos aqueles em que eu tinha vontade de ir para a escola e abraçar todo mundo. Bons tempos aqueles em que eu era uma criança feliz e despreocupada com aparência, beleza. Bons tempos aqueles em que a idade que tenho estava longe e eu não pensava no futuro. Adolescência é uma droga, ao mesmo tempo que é a fase mais perfeita da vida.
Me conformei com a ideia de que nunca mais vou gostar de alguéml. Fazem mais de cinco meses que não me apaixono por alguém e isso está me matando. Até a sexta série eu nunca tinha parado de gostar de alguém mas agora a minha vida esta um saco. Sabe aquele sentimento que faz você lutar por alguma coisa, brigar de soco e chute por algo ou alguém? Eu perdi isso a muito tempo, e me conformei com a ideia de que nunca mais me apaixonarei... tirarei o BV com 19 anos! Nesse assunto eu sou um fracasso... um zero a esquerda de tão tonta. Da pra acreditar que eu ainda sonho com o beijo perfeito, com a pessoa perfeita e no lugar perfeito? Acredite... de tão ingênua que eu sou. :/
Então... termino minha observação dizendo:

Bem feito pro Osama Binladen!!!!!!!!
Tchau gente,
Nanda.

P.S: Que coisa séria!

4 Coments...:

Teacher Juliana disse...

Nandix....ás vezes é assim mesmo...a inspiração fica igual a massa de pão e fermento...crescendo,crescendo...e temos que esperar pelo momento certo para colocar no forno e nós leitores lermos quentinho e maravilhoso...Parabéns filha, teu texto está show!!!!

Mocol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francisco disse...

Nanda, tenta ficar tranquila pois tu ta no caminho certo. Todos estamos... é o caminho da vida.
Eu também tenho meus "conflitos existenciais"; todos temos, tivemos ou iremos ter, com variada fequência.
Curte a escola o máximo possivel, não te preocupa com a BV (perdi a minha com ~850 semanas de vida); Te garanto uma coisa, tu vai sentir muita mas muita saudade dessa fase da vida. Aproveitem... se cuidem e curtam! Essa é minha pequena contribuição, hoje. Beijo, saudade, te amo, manda beijo pro Luca.

Francisco disse...

ah, curte essa aqui também...http://www.youtube.com/watch?v=GLvohMXgcBo eu tinha uma fita k7 com essa gravada umas 5 vezes seguidas hehe, nao precisava voltar a fita... oo saudade, hoje em dia até CD já é passado... !!!!!
bjbjsbjslj

Postar um comentário